BEM VINDOS AO MEU WEB SITE!!!

😀 Olá meu nome é Andrey e aqui vou contar um pouco da minha experiência com a paternidade, momentos,  e também tentar ajudar os pais que por alguma ocasião desanimam. Não sou nenhum expert em educação infantil, só tento aprender cada dia um pouco mais sobre a criação dos pequeninos. Muitas histórias que irei contar são do meu Filho Davi. Mas também falarei sobre diversos assuntos. Espero que se divirtam...

Andrey Backes

Acordando o            Papai

      Acordar pela manhã e escutar aquela risadinha, e sentir um corpo pulando sobre o meu, que chego a ouvir a costela trincando e uma voz falando "Papapa". Não existe alegria maior.
       Nem sempre posso ter esse privilégio, pois muitas vezes acordo antes do pequeno Davi ir para nossa cama.
       Os pequeninos tem uma forma de mostrar o amor um tanto quanto  engraçada. Uma vez estava eu em um sono bom, quando senti uma ardência no rosto, mas para mim eu estava sonhando então não acordei na primeira vez, logo após veio um segundo golpe, esse sim me fez acordar com o tamanho da força colocada. Abri meus olhos e senti que alguém me olhava com Ternura. Mas como, fiquei me perguntando... Como alguém te dá uns tapas e depois te olha com um amor contagiante e ainda por cima fala em voz alta "PAPAPA".
    Agora fico pensando!.

Como ficar bravo com essa pessoinha, sabendo eu que isso que o Davi fez é errado, com toda elegância, olhei para ele e falei com uma voz de Super Pai: "Filho você não deve acordar as pessoas com tapas, tá bom." Ele me olhou como se tivesse entendido e falou: "É" que esse "É" para ele significa "SIM", "TA", "É", "AHAM", "PODE SER", "TALVEZ". Na verdade nunca sei o que realmente é. Só o que sei é que devemos nos alegrar a cada momento por esses pequenos existirem. E tentar aprender um pouco mais com eles.
        

A nossa melhor         escolha

Quando eu e minha esposa descobrimos que estavamos grávidos, começamos aquela busca implacável para encontrar uma creche para o bebê  que iria nascer, pois bem, ele, o pequeno Davi, nasceu e nada de encontrarmos a escolinha ideal. 

     Foram dias e dias de procura, até que achamos uma que nos agradou  muito, colocamos nosso nome na lista de espera. Chegando o fim da licença maternidade , ligamos novamente para a escolinha e nos informaram que uma turma fechou e a outra não iria abrir por motivos administrativos. Foi aquela decepção e preocupação ao mesmo tempo.

     Naquele dia entramos em casa e decidimos que a minha esposa cuidaria do nosso filho. Desde então, hoje ele com 1 ano e meio não nos arrependemos em nenhum instante.

   O fato de ficar toda responsabilidades financeiras comigo me assustou um pouco no início, mas Graças a Deus tudo tem sido suprido até aqui. Não posso deixar de dizer que recebemos ajuda sim, de nossos pais e alguns mais chegados. Agradeço de coração todos eles. 

   Hoje estou percebendo que foi a nossa melhor escolha, ainda que tenha sido em razão da circunstância podemos dizer que há males que vem para o bem, pois vejo o crescimento dele a cada dia. Fico cada vez mais impressionado com a dedicaçao que a Paula tem com o Davi, fazendo diversas atividades e ensinamentos. Sei que muitos casais não tem esta opção por depender do trabalho para o sustento da casa.

   Estamos nos preparando para quando ele começar a ir para a escolinha. Mas essa história vem em breve. Obrigado